Painel 6

Ferramentas de Gestão para as Metápolis, tem o objetivo de provocar no público reflexões sobre a gestão da cidade além do território. É o módulo que trata das decisões estratégicas com diferentes visões e experiências dos distritos de inovação nas METÁPOLIS para o público em geral. As apresentações vão mostrar a importância da educação e da infra estrutura de informática para o desenvolvimento dos territórios. Com este objetivo, foram selecionados quatro painelistas:



José Marcos Camara Brito (Pró-Diretor de Pós-Graduação e Pesquisa do INATEL e Secretário Geral do Projeto 5G Brasil).


O objetivo deste painelista é mostrar a importância de se ter centros de conhecimento nas cidades. O painelista vive em uma cidade empreendedora onde se encontram escolas técnicas de alto nível e instituições de pesquisa como o INATEL. José Marcos, é um dos pensadores do 5G no Brasil e pode falar sobre uma cidade com infraestrutura de rede de dados.

 


Luis Felipe Monteiro (Secretário de Governo Digital no Ministério da Economia)


Responsável pelo programa de digitalização do governo. Foi indicado em 2020 pelo Fórum Econômico Mundial e pela Apolitical como uma das 50 pessoas mais influentes do mundo que estão revolucionando o governo e, em 2018, entre as 100 mais influentes em governo digital. Luis Felipe é graduado em ciência da computação pela Universidade Federal de Santa Maria e possui mestrado em gestão de tecnologia da informação e vai abordar o impacto nas cidades digitalizadas.


José Marcos Camara Brito

Especialista em IOT do BNDES vai discorrer sobre o que vai acontecer com as cidades com redes de dados estruturada, uma das condições fundamentais para a cidade pensar em IOT.


Luiz Paulo Corrêa da Rocha


Deputado pelo Estado do Rio de Janeiro, engenheiro civil, formado na UFRJ, com mestrado em transporte pela Coppe que vai fechar nosso evento mostrando a importância da ALERJ e as discussões sobre estes assuntos. O FÓRUM e a capacitação de prefeitos e secretários para enfrentarmos os desafios das METÁPOLIS. Se ele quiser, também pode falar de mobilidade, infovias e a necessidade de integração de secretarias como Urbanismo, Obras, Transporte e Meio Ambiente neste contexto, já que foi secretário destas pastas. 

 

Texto elaborado por José Alberto S. Aranha